Informação sobre hipertireoidismo, sintomas, prevenção e tratamento do hipertireoidismo, identificando o diagnóstico das suas causas, incluindo a doença de Graves, sua causa principal, com dicas que contribuam para uma melhor qualidade de vida.


terça-feira, 24 de julho de 2012

Hipertireoidismo durante a gravidez

É raro hipertireoidismo na gravidez, mas se ficar sem tratamento pode se tornar muito sério tanto para a mãe quanto para o bebê. Entre os problemas, podem ocorrer abortamento, mau desenvolvimento do feto no útero, parto prematuro, pressão arterial elevada, defeitos físicos do bebê, e “tempestade tireoidiana” onde um evento estressante ou uma infecção maciça podem causar uma elevação perigosa dos níveis do hormônio tireoidiano.
A doença de Graves (uma doença do sistema imunológico mais comum em mulheres jovens) é a causa de quase todos (85 %) os casos de hipertireoidismo durante a gravidez. Grávidas com doença de Graves podem sentir-se melhor durante a gravidez porque o sistema imunológico é suprimido para proteger o feto mas, normalmente, a doença volta a piorar nos primeiros meses pós-parto.
Também é difícil diagnosticar hipertireoidismo na gravidez porque muitas das alterações normais durante esse período são semelhantes aos sintomas da disfunção, como, por exemplo, sensação de calor, sudorese excessiva, vômito ou palpitação cardíaca.
Se você estiver grávida e seus batimentos cardíacos passarem de 100 por minuto, e se estiver perdendo peso, vá ao médico imediatamente para descartar o hipertireoidismo.
Índice dos artigos relativos a Hipertireoidismo

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL